quarta-feira, junho 17, 2009

Falta cumplicidade

Sabe o que eu sinto falta? De sair dessa superficialidade. Superficialidade de relacionamento mesmo. Tantas são as pessoas que passam pela minha vida, tantas, tantas, mas quais as que verdadeiramente me conhecem? Sabem com penso, o que sei, e quero saber, o que acho, e por que acho, o que sinto, como reajo, o que fiz, o que não fiz, o que quero fazer, o que me irrita, o que me emociona, o que me alegra, o que me entristece, o que me mobiliza e impulsiona, quantas são as que sabem de mim, de verdade? Quantas me conhecem de verdade? Eu não sei responder... Juro que não sei... E é recíproco, sabe? Vejo que não conheço as pessoas de verdade, que não sei delas de verdade, a fundo mesmo... Sinto falta de antecipar frases, de saber de cada passo, de conehcer motivações, segredos, saber não só do dia-a-dia, mas do que está por trás também. Conhecer de verdade. Já tive isso antes com algumas pessoas, mas não tenho mais. Tenho ligações fortes, bons amigos sim, mas são relacionamentos que são profundos só em certas áreas... Em outras é o superficial que predomina mesmo. Acho que literalmente perdi alguns amigos, muitas vezes os vejo perto, sinto carinho por eles, um carinho enorme, mas não os reconheço. É como se não soubesse mais dizer quem são eles, assim como eles também não sabem me dizer quem sou eu. Talvez falte tempo e dedicação, não sei bem. Falta tempo de aprofundar relacionamentos com quem realmente vale a pena. Muitas vezes me vejo assistindo a vida dos outros pelo orkut, por blogs, pela internet, e vejo tantas coisas acontecendo, as vidas caminhando, as pessoas seguindo e me sinto meio espectadora disso tudo, como se não fizesse mesmo parte. O velho Caio Fernando surgindo de novo. É como se eu não tivesse o ingresso da roda gigante. Vejo todo mundo brincando, mas não me deixam entrar. E assim vai... Sinto tanta falta dessa cumplicidade às vezes que me dói. Dói, dói, dói... Mas, tipo, sei lá, acho que não tô num bom momento. Não mesmo.

2 comentários:

MT disse...

adorei
...
me identifiquei

um abraço forte, quase cumplice

Ana Sixx disse...

Aurea,

Sei bem do que vc fala...tem dias que me sinto desse jeito.

bjs

PS: tem um recadinho pra vc no meu blog