terça-feira, novembro 11, 2008

"É preciso que haja um ritual"

" - Teria sido melhor se voltasses à mesma hora - disse a raposa. Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz! Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar meu coração... É preciso que haja um ritual.
__ Que é um "ritual"? -perguntou o principezinho.
__ É uma coisa muito esquecida também -disse a raposa. __ É o que faz com que um dia seja diferente dos outros dias; uma hora, das outras horas. Os meus caçadores, por exemplo, adoram um ritual. Dançam na quinta-feira com as moças da aldeia. A quinta-feira é então o dia maravilhoso! Vou passear até à vinha. Se os caçadores dançassem em qualquer dia, os dias seriam todos iguais."

(Pequeno Príncipe)

Que bom que meus dias não são mais todos iguais... :oD

Um comentário:

Morrocoy disse...

Sempre gostei dessa parte do livro... sentia muita simpatia pela raposa, que ao invés de ser um animal agressivo e astuto como geralmente é pintado, aparecia como um animal sensível e inteligente, mas de uma maneira positiva.