quinta-feira, novembro 13, 2008

Close to you

Lindo, você. Nem preciso dizer muito. Só de te olhar já consigo dizer o quanto você me deixa feliz. Mas faz tão bem registrar aqui também que tive que vir agora mesmo, enquanto ainda te sinto aqui perto. O perfume, o abraço, a presença toda. Te percebi hoje de um jeito diferente. O canceriano sempre esteve ali. Fácil de ver, simples de entender. Doce, carinhoso, querido, meio rabugentinho e contrariado de vez em quando, mas de um jeito encantador, rs. Mas buscava o aquário de você. Não via bem. Hoje achei. Os olhos brilhando enquanto falava, que lindo. Adoro te ouvir falar do que você realmente gosta... Explicar, detalhar. Tranquilo, sereno, buscando exemplos pra me ajudar a entender. Meu coração chega a doer de tanto carinho que sinto. Fico olhando, admirada mesmo. Com as reações que você anda me provocando. Químicas também. Todas elas. Reajo a você de mil formas. Da meiguice à completa entrega mesmo. Fico em suas mãos, e me sinto extremamente segura ali. Me dá uma força que você nem imagina. Não mesmo. Porque às vezes acho que não consigo demonstrar essas revoluções que acontecem aqui dentro, devagar. Bom que seja devagar, porque vou vendo bem onde estou pisando, e assim não despenco. Bom te ver, amore, bom saber. Que ainda consigo ser assim, entrega total. Obrigada.

"That is why all the girls in town
Follow you, all around
Just like me, they long to be
Close to you..."

(Close to you - Carpenters)

2 comentários:

Morrocoy disse...

Que linda sua versão Principito.

Tata disse...

ai que delícia de sentimento...
adorei a versão principito!