segunda-feira, junho 21, 2010

A inigualável Cassandra!

Apesar do evidente cansaço dos treinos, enquanto se equilibrava no alto de sua corda, Cassandra transformava seu mundo habitualmente cinza em colorido. Ao se apresentar, imaginava-se bem maquiada e vestida, com os cabelos presos ao alto num coque banana - e, inexplicavelmente, sem as orelhas de abano. A lona velha e remendada transformava-se em um picadeiro luxuoso. O pêlo de Sancho brilhava reluzante, e a platéia geralmente sonolenta e entediada a aplaudia com entusiasmo. Havia música, brilho, luzes, cheiro de pipoca e todos a admiravam. Os cartazes anunciavam o show da "inigualável Cassandra". O circo era seu mundo mágico, e ela adorava cada vez mais o que fazia.

Um comentário:

Tata disse...

'transformava seu mundo habitualmente cinza em colorido'
hoje tava precisada de ter essa habilidade...
puff.