segunda-feira, agosto 24, 2009

De matar

"...Era tanta saudade,
é pra matar
Eu fiquei até doente,
eu fiquei até doente, menina
Se eu não mato a saudade, é "deixa estar"
Saudade mata a gente,
saudade mata a gente, menina
...
Estava ficando louco, louco, louco de querer bem...
Saudade engole a gente, saudade engole a gente, menina..."

(Tanta Saudade - Chico Buarque)

Lembrando de você a manhã todinha hoje, todinha. Eram tantas cenas passeando pela minha cabeça, que nem sei explicar. Só quero te ver logo, só isso. Vem me ver logo?

Um comentário:

Tata disse...

já dizia clarice: "saudade é um pouco como fome".
bjo flor, adorei te ver ontem!