sexta-feira, maio 23, 2008

Claro que foi só reclamar que a coisa saiu, né?
Prontinho...
Um texto que fiz com o maior tesão pro Mamíferas...
Enjoy...

3 comentários:

Rezú disse...

ai menina...
agora q vi a tua 'crise criativa'. nem sabia, pq curto à beça teus textos lá no mamíferas.
a gente se cobra, né? ô, peso que a gente coloca em tudo... acho q a chave tá em fazer as coisas mais leves, colocar a alma e deixar rolar. não tem q ser de nenhum jeito, só tem q ser.
pirei? talvez, hahaha.
bjo, flor.

Morrocoy disse...

Bom, o pior crítico de nossas obras somos nós mesmos, né? Ou será que ficamos tão compenetrados no que estamos escrevendo/desenhando/costurando/criando em geral que ao terminar a coisa já não parece tão bonita como antes?
Acompanho há alguns dias os blogs (esse e o das mamíferas) e tenho gostado dos textos seus. Mas como disse antes, a crítica própria costuma ser a mais cruel. He!
Um abraço!

Rosana Oshiro disse...

Aurea, adoro os seus textos, eles sao bem diferentes dos textos da Kalu e Rezu...
elas escrevem mto bem com certeza, mas vc escreve com o coraçao sempre, da para sentir!
ainda q vc nao assinasse seus textos eu saberia quais sao os seus.
vejo q eles sao simples nas palavras mas profundamente sinceros! ADOOOOORO!
bjs
ro