domingo, outubro 28, 2007

É guerra

Fala sério, parceria firmeza, hein?

Me prometeu o mundo
Um território pra começar
Fui chegando, fui ao fundo
Fronteiras abertas pra passar

Continuei avançado, desbravando
Gostei, me acomodei...
Minhas tropas aumentando

Mas o dado, viciado
Meu exército dizimou
“Te protejo”, afirmou
Acordado, inimigo ao lado

Um tratado sem registro
Um acordo legal, informal...
Um plano demasiado sinistro

Era só encuralar
Sem entrada, sem saída
Fui enganada, fui traída
Nesse jogo que fui jogar

Essas regras avançadas
Que não aprendi a dominar
Ataque aéreo? Espionar?
Perdi-me nas metas já traçadas

Tabuleiro dominado
O dado vermelho rolado
O amarelo, coitado

Derrota e humilhação
Nem um empate ajudou
Foi-se Omsk, por tabela o coração

Só queria me eliminar
Que joguinho, mas mesquinho
Parabéns por trapacear
Ou seria mero capricho
Pra me ver apaixonar

(Kath/AJ - War)

Um comentário:

Renata disse...

bah... e ando tão cansada desses jogos.