domingo, julho 29, 2007

Insira aqui três ou quatro palavrões

Sabe, em geral, eu não gosto nada de barracos. Odeio baixaria, detesto briga e abomino confusões de todo e qualquer tipo. Porém, como humana que sou, tenho meus limites e cheguei a um deles nos últimos dias.

Me enfiei numa discussão com uma ex-namorada do Ivan. Péssimo isso, não gosto. Mas a menina é realmente muito inconveniente. Assim, demais. Do tipo que ainda quer ter uma grande amizade com a minha sogra. Do tipo que periodicamente fica tentando fazer com que o Ivan fale com ela, mesmo ele se negando a isso e ignorando todos os recadinhos.

Ela é do tipo que já teve uma conversa por msn com o Ivan que quase fez a gente se separar. De verdade. O caso é que ele é educado demais com as pessoas, não corta, sabe. E eu não gosto disso. Mas a gente acabou se entendendo depois. Mesmo porque essa menina é uma coisa pequena demais perto de tudo o que a gente tem juntos.

Mas aí quando eu li um recado maldoso e mentiroso dela no orkut da minha sogra não aguentei e desci dos tamancos. Dos dois. É claro que tive que ouvir muita bobagem dela, porque a menina é do tipo bem baixa mesmo. Enfiou meu filho no meio, me chamou de imatura, de insegura, de louca e de mais umas trocentas coisas.

Isso tudo de um jeito arrogante, irritante. Foi horrível, eu sei, mas agora acabou. Não me abalei muito com as mensagens porque eram muito bobinhas, apesar de mal educadas. Na verdade demos risada delas. Porque a menina faz as merdas e ainda quer sair por cima e isso é bizarro! Na verdade o que me chateou mesmo foi ter me enfiado nisso. Não precisava, sabe. Mas quem manda ter sangue quente, né? Ai, ai, um dia eu aprendo...

2 comentários:

thais disse...

hhahahahahah.... ai, sempre tem um na vida da gente, ne?
ai ai....

Renata disse...

o melhor com esse tipo de gente é ignorar mesmo. entrar em discussão é desgaste infrutífero e desnecessário. mas eu te entendo, também tenho sangue quente e sei que às vezes é f... ficar quieta diante de certas coisas...